11 março 2008

Tédio e Solidão






SOLIDÃO É BOM MAS O TÉDIO MATA! MATA INCLUSIVE A VONTADE DE FAZER O QUE QUER QUE SEJA!

O QUE FAZEMOS EM DIAS COMO ESTES? FORA PERDER TEMPO ESCREVENDO NO BLOG!!!!




"Breathe"

Breathe, breathe in the air
Don't be afraid to care
Leave but don't leave me
Look around and chose your own ground
For long you live and high you fly
And smiles you'll give and tears you'll cry
And all you touch and all you see
Is all your life will ever be
Run, run rabbit run
Dig that hole, forget the sun,
And when at last the work is done
Don't sit down it's time to dig another one
For long you live and high you fly
But only if you ride the tide
And balanced on the biggest wave
You race toward an early grave.

Diferente
No mundo haverá um lugar
para cada despertar
um jardim de pão e poesia
Porque postos a sonhar
fácil é imaginar
esta humanidade em harmonia
Vibra minha mente ao pensar
na possibilidade
de encontrar um rumo diferente
Para abrir de par em par
os cadernos do amor
dos rudes e de toda a gente
Que bom!que lindo é
rirmos como irmãos
Porque esperar para mudar
de banda e de compasso/ritmo.





Eu quero

Eu quero
Eu quero ver
Eu quero ver a cruz
Eu quero ver a cruz vazia
Eu quero ver o som da alegria
Eu quero ver a cor da tua fantasia.

Eu quero
Eu quero ter
Eu quero a vida
Eu quero a vida inteira
Eu quero o som da brincadeira
Eu quero a cor da tua terça-feira.

O carnaval, o feriado nacional
Da vida em festa
Fenomenal, sensacional
Eu quero o sorriso
Liso, belo e preciso da loucura ocidental.


Amanhã

A vida não me larga
O mundo não me foge
A estrada é grande e larga
E eu levo o albornoz
Caminho à luz do dia
Por campos e montanhas
E bebo a água fria
E a sede não me apanha
E o céu ali é lindo
Azul, e eu não resisto
Ao céu, ao céu profundo
Distante,
E eu insisto
Amanhã
Amanhã
Amanhã
Amanhã



Há Um Paraíso

Há um paraíso nos confins da terra
Há um paraíso a que guiam as estrelas
Há um paraíso nos confins da terra
Há um paraíso a que guiam as estrelas
Por sete caminhos chegam até aqui
Por sete caminhos, são os peregrinos



Solidão,

Aqui estão minhas credenciais,
Venho chamando a tua porta
Já faz um tempo
Acho que passaremos juntos temporais,
Proponho que tu e eu vamos nos conhecendo.
Aqui estou
Te trago minhas cicatrizes
Palavras sobre papel pautado
Não te fixes muito no que dizem
Me encontrarás
En cada coisa que calei
Já passou
Já dexei que denigra
A ilusão de que viver é indolor
Que estranho que sejas tu
Quem me acompanhe, solidão
a mim, que nunca soube bem
como estar sozinho


Se chorar beba a lágrima

Não chore meu amor meu amor
Não chore
Não chore meu amor não chore
A lágrima é a água da fruta que você chupou
A lágrima é a água da fruta que você chupou
A lágrima é a água da fruta que você chupou
E a lágrima é a água da fruta que você chupou
Não chore meu amor
Não chore
A lágrima é a água da fruta que você chupou
É, a lágrima é a água da fruta que você chupou
Não chore meu amor
Não chore
Não chore meu amor
Não chore
Faz como o risonho
Que só no intuito de desopilar do fígado virou palhaço

O circo pegou fogo e ele riu, rindo
E a mulher mal no hospital viveu morrendo de rir
Só porque risonho sabe que é um sonho
Não chore meu amor
Não chore
Porque é um sonho meu amor


DEPOIS DE TUDO ISSO O TÉDIO NÃO PARECE TÃO RUIM!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GAROTA DE OUTONO

GAROTA DE OUTONO

Por um 2010 mais romântico!

Loading...