06 junho 2007

SOBRE MIM, SOBRE ARIANO

Sempre acho tudo que acontece ou percebo incrível... mas isso é incrível de verdade, pelo menos para mim... devo esclarecer que meus incríveis são bons... quando o incrível é ruim eu digo que é horrível... Pois então
Estava lendo uma entrevista da Caros Amigos com o Ariano Suassuna e me deparei com algo que não sabia... García Lorca (escritor que adoro) influênciou Ariano (que eu também adoro)!!!! Isso é besteira, concordo, mas é muito legal... fiquei muito feliz quando soube e como Ariano este mês comemora 80 anos - o que me deixa muito feliz pois sou besta de nascença - achei proveitoso colocar aqui um trecho da entrevista que é esse que está logo abaixo!!!



Marco Bahé - Quando você se sentiu escritor?
Escrevi esse primeiro conto, depois escrevi poemas. Aos 17 anos tentei escrever uma peça. Havia um médico de Taperoá, muito culto, chamado Abdias Campos, e ele tinha as peças de Ibsen. Me emprestou e me impressionei profundamente com as peças de Ibsen. Tentei escrever aos 17 anos uma peça sob influência de Ibsen. Mas, como você bem pode imaginar, havia uma diferença muito grande do menino sertanejo... porque o sertão tem muito pouca coisa em comum com a Noruega, não é? Então, não sei se por causa disso, não consegui terminar a peça.

Diana Moura - Não matou ninguém...
Não matei ninguém. Aí, continuei a escrever poemas e, aos 18 anos, no colégio, tive um professor de geografia que era interessado em literatura. Quando foi um dia, ele passou uma prova lá e eu não estava preparado... aí taquei literatura. Era uma prova sobre aspectos do relevo brasileiro. Eu falei sobre Drummond, Aleijadinho, falei o diabo, só não falei do relevo. Me lembro que tinha alguns nomes como o rio São Francisco, o rio Amazonas, Planalto Central e as coxilhas do Rio Grande do Sul... Então ele foi entregando as provas e disse: "Essa aqui eu deixei pro fim porque quero conhecer o autor, que pode não ser bom em geografia, mas gosta de literatura". Eu disse: "Fui eu". Aí ele pergunta se eu gosto de literatura e se escrevo. Aí eu digo: "Escrevo". "Escreve o quê?" "Escrevo poesia." Ele disse: "Me traga um poema". Aí, na aula seguinte eu levei. Ele pegou e disse: "Você pode me emprestar?" Eu digo: "Posso". Rapaz, ele me fez uma surpresa... que alegria! Quando foi no domingo, abri o Jornal do Commercio, estava publicado. Foi em 7 de outubro de 1945. A partir daí, passei a publicar lá. Aos 19 anos entrei para a Faculdade de Direito e conheci Hermilo Borba Filho, que exerceu uma influência muito grande em mim na parte de teatro. Ele leu meus poemas, que já eram ligados ao romanceiro popular do Nordeste, e disse: "Você precisa conhecer o teatro de García Lorca". E me colocou nas mãos o teatro de García Lorca. E esse, sim, desempenhou um papel muito importante na minha formação de escritor, porque a região que ele descrevia parecia com a minha, não é? Tinha cavalo, tinha boi, tinha cigano do mesmo jeito que Taperoá. Muito diferente da Noruega...





Cordel para Federico Garcia Lorca (trecho)

Gran poeta español
Vate extraordinário
Federico García Lorca
Criativo visionário
De inspiração divina:
Menestrel universário...

Federico García Lorca
Da província de Granada
Poeta multiluminado
Amante da madrugada
Filho de Federico Rodriguez
E de Vicenta: mãe amada...

Nasceu em Fuente Vaqueros
Era vate granadeiro
Em 1898:
Veio ao mundo por inteiro
Pra ser poeta do povo:
Criativo condoreiro...

Sofreu grave enfermidade
Aos dois anos de idade
Sobreviveu o menino
Pra ser ás da liberdade
Um cantador popular:
E amante da verdade...

Aprendeu primeiras letras
Com a sua mãe querida.
Mestre Antônio Espinosa
Inspirou a sua lida
Nos mistérios da leitura:
Lorca embarcou na vida...

São irmãos de Federico
Francisco, Conchita, Isabel
No Colégio de Almería
Estudou o menestrel
Venceu a enfermidade:
Registro aqui no cordel...

Mudou-se para Granada
Para melhor se preparar
Sagrado Coração de Jesus
Estruturou-se o pensar
Lorca buscou o saber:
Para na vida se elevar...

Ano 1914:
Universidade de Granada
Estudos e amizades
Dinamismo na jornada
Almagro, Burín, Montesinos:
Noite, dia, almadrugada...

Filosofia, Letras e Direito
Cursou na Universidade
Soriano, Barrios, Ortiz
Cultivaram lamizade
Cristobal, Guarnizo, Pizarro:
Paz, amor, fraternidade...

Ismael de La Serna:
Foi fraterno companheiro
Estudou guitarra/piano
Nosso vate condoreiro
Tem alma de cantador:
Espírito de guerrilheiro.

1916 - 1917
Sentiue o calor da musa
Vem os primeiros poemas
A transpiração bem usa
Lorca poeta gitano:
Bom poeta não se escusa...

Centro Artístico de Granada
Publica em seu Boletim
Centenário de Zorrilla
Lorca poeta serafim

Primeiro trabalho literário:
Lorca: princípio sem fim...

Fez viagens de estudos
Para várias regiões
Castela, Andaluzia
Galícia e seus rincões
Pela Espanha afora:
Fez cicunavegações...

El malefício de la mariposa
Estréia no Teatro Eslava
Direção de Gregorio Martinez
O poeta se burilava
Bailes de La Argentinita:
Federico se encantava...

Depois da marcha a Madrí
Amizade com Buñuel
Orueta e Pepín Bello
Lorca: ator-menestrel
Pensador e dramaturgo:
Na vertente do cordel...

Decorados de Mignoni
Figurinos de Barradas
Viagem pela Espanha
Muitos sonhos nas estradas
Zujaira, Granada, Madrí:
Transmutou-se nas jornadas...

Primeiro Libro de Poemas
Em El Sol é comentado
Por Adolfo Salazar
O livro é destacado
Análise de "Um Poeta Nuevo":
En un artículo titulado...

Roda, Alamagro, Marchesi
Maria Luísa e Gabriel
Emílio Prados, José Mora
Dedicação no papel
Cienfuegos e Ortiz:
Sem esquecer Buñuel...

Idos de 1921
Lorca fez publicação
Balada de la placeta
Poesia flui do coração
Poetas Espanhóis Contemporâneos:
Lorca em contestação...

Juan Ramón Jimenéz:
Textos de Lorca publicou
Em sua revista Índice
Juan a Lorca divulgou.
Noche e Suíte dos Espelhos:
Lorca ao povo apresentou...

El jardin de las morenas
Por Jiménez: destacado
Lorca escreve Canciones
É um canto de alto brado
O poeta granadeiro:
É um nome eternizado...

Publicou "El Cante Jondo"
Canto andaluz primitivo
Manoel Angeles, Manuel de Falla
Apoio ao Lorca sensitivo
Poema del cante jondo:
É um cancioneiro vivo...

"Fiesta para los ninos":
Por Federico preparada
Pelo amigo Manuel de Falla
A festa foi apoiada
Em 1923:
Lá na terra de Granada...


Cervantes e Strawinsky
Debussy e Rafael
Hermenegildo Lanz:
Mais Albéniz y Pedrell
Auto de los Reyes Magos:
Com Laurita e Isabel...

Licenciou-se em Direito
Na Universidade de Granada
Junto com Gullermo Torre
Conclui dura jornada
Federico García Lorca:
Constelação da alvorada...

Gustavo Dourado



http://www.brennand.com.br/brennand.php
http://www.unicap.br/armorial/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GAROTA DE OUTONO

GAROTA DE OUTONO

Por um 2010 mais romântico!

Loading...