02 junho 2007

CONFISSÃO OUTONAL


Nunca vi céus tão lindos como os desse outono.
Não sei se é o outono ou se sou eu mas a cada dia uma tonalidade diferente me encanta no céu.
Acho que não sou eu nem o outono, são Neruda e Lorca impregnados em tudo!!

Crepúsculo de Outono

O crepúsculo cai, manso como uma benção.
Dir-se-á que o rio chora a prisão de seu leito...
As grandes mãos da sombra evangélicas pensam
As feridas que a vida abriu em cada peito.

O outono amarelece e despoja os lariços.
Um corvo passa e grasna, e deixa esparso no ar
O terror augural de encantos e feitiços.
As flores morrem. Toda a relva entra a murchar.

Os pinheiros porém viçam, e serão breve
Todo o verde que a vista espairecendo vejas,
Mais negros sobre a alvura unânime da neve,
Altos e espirituais como flechas de igrejas.

Um sino plange. A sua voz ritma o murmúrio
Do rio, e isso parece a voz da solidão.
E essa voz enche o vale...o horizonte purpúreo...
Consoladora como um divino perdão.

O sol fundiu a neve. A folhagem vermelha
Reponta. Apenas há, nos barrancos retortos,
Flocos, que a luz do poente extática semelha
A um rebanho infeliz de cordeirinhos mortos.

A sombra casa os sons numa grave harmonia.
E tamanha esperança e uma tão grande paz
Avultam do clarão que cinge a serrania,
Como se houvesse aurora e o mar cantando atrás.

Manuel Bandeira

Um comentário:

  1. oi ju!! me sinto muito honrada por ser a primeira em fazer um comentário no seu blog!! ;D

    Para mim o outono eh uma tormenta de sentidos, de cores , de armas de fogo e luzes cálidas, lutando com as tempestuosas sombras azuladas e cinzentas do inverno ameaçante...é um jogo mágico da natureza...q tinge com sua mistura cada folha dos árvores, e é precisamente alí onde encontramos a obra prima e a realidade dessta batalha lúdica de imagems.

    un abraço apertado pra vc amiga
    e parabéns por seu blog!

    ResponderExcluir

GAROTA DE OUTONO

GAROTA DE OUTONO

Por um 2010 mais romântico!

Loading...